9 tipos de empreendedor: você sabe qual você é? - Contabilidade em Joinville - Ação

Blog

26 de julho de 2021


9 tipos de empreendedor: você sabe qual você é?

Empreender é uma aventura intensa, cheia de desafios mas também de recompensas. Nos mais diferentes ramos e com as mais diversas motivações, só quem já empreendeu entende a complexidade de estar à frente do próprio negócio. As mais de 6 milhões de micro e pequenas empresas em território nacional revelam o ímpeto empreendedor do brasileiro, seja por desejo ou necessidade.

Das tantas iniciativas em operação, emergem novos e distintos perfis de empreendedores. Já se passou o tempo do clássico “homem de negócios” engravatado; no mercado de hoje, há espaço para diferentes personalidades e condutas empreendedoras. A seguir, estão elencados os 9 tipos de empreendedores mais frequentes no Brasil – você já sabe em qual grupo se encaixa?

O informal

É quem empreende para sobreviver. Vende seus produtos/serviços para levantar renda imediata e custear as despesas cotidianas. É um tipo de empreendimento com pouco planejamento a longo prazo e, consequentemente, de baixo risco. Sua razão de existir é gerar sustento financeiro sem estar na posição de empregado. Não conta com regulamentação própria mas, não raramente, a qualidade do produto/serviço oferecido leva a um crescimento não previsto e o negócio migra de categoria.

O individual

Quando o empreendedor informal se regulariza através do MEI e abre legalmente uma microempresa, adentra o grupo dos empreendedores individuais. Aqui, a motivação é semelhante a do empreendedorismo informal: levantar renda para sobreviver. Mas passa a estar em conformidade com as exigências tributárias e fiscais e a contar com certo respaldo trabalhista. Em geral, também não apresenta planos de grande crescimento e costuma trabalhar sozinho ou com um único funcionário.

O social

Este é o empreendedor movido pela vontade de mudar o mundo através de ferramentas rentáveis. É majoritariamente jovem, idealista, tem propósitos alimentados e se mune de recursos para realizá-los em caráter profissional. Há valorização do trabalho em conjunto e a intenção de suprir lacunas deixadas pela ineficiência do poder público. Causas sociais e comunitárias voltadas para populações em situação de risco inspiram este empreendedorismo que visa o bem-estar da sociedade.

O público

Refere-se ao profissional que ocupa um cargo público e decide empreender no propósito de inovar e aprimorar os serviços oferecidos. Seu objetivo é realocar recursos e otimizar serviços básicos, para desempenhar um trabalho nobre e valoroso à vida em sociedade. Também valoriza o trabalho em equipe e a noção de coletividade social, atuando na esfera governamental.

O corporativo

Similar ao empreendedor público, mas na iniciativa privada. É o funcionário que empreende novos projetos dentro da corporação, aspirando promoções, bônus e ascensão da carreira. Este perfil de profissional é extremamente procurado pelas empresas, pelo ímpeto de desenvolver novas iniciativas e por valorizar seu papel enquanto célula da instituição.

O cooperado

É o empreendedor que se conecta a uma cooperativa para se desenvolver e crescer até atingir independência para seguir com o próprio negócio. O trabalho em equipe se faz indispensável neste grupo, entre profissionais que costumam começar sem grandes recursos e de forma intuitiva. É um autônomo que une sua força de trabalho a uma comunidade para que todos alcancem melhores resultados.

O franqueado

Essa classe empreendedora gera polêmica! Há quem diga que abrir uma franquia não é empreender, mas é o franqueado quem se responsabiliza pelo espírito de liderança e pela administração do negócio. Quem investe em franquias visa retorno financeiro sem passar pelo longo processo de conquistar reconhecimento no mercado. É um empreendimento mais focado no econômico do que no ideológico, visto que o empreendedor aposta em uma marca preexistente. Em geral, corresponde a uma fonte de renda mensal média, com retorno rápido do investimento e sem grandes planos de expansão.

O do conhecimento 

É a pessoa que se apropria de um profundo conhecimento específico em algum ramo para empreender. Aposta na especialização para iniciar um empreendimento de forma assertiva, lucrativa e de destaque no mercado. Sabe como elaborar um produto/serviço diferenciado e como capitalizá-lo, conquistando um público fiel por meio da qualidade oferecida. Usa do empreendedorismo para conquistar reconhecimento pessoal e retorno financeiro.

O do negócio próprio

Chegamos ao empreendedor “clássico”: o que sonha com o negócio próprio. Seja para se aproximar de um novo estilo de vida ou para conquistar uma nova realidade financeira, este é o empreendedor que sonha grande. Enxerga oportunidades ocultas, planeja a longo prazo, desenvolve estratégias focadas em seu público-alvo, é ambicioso e acredita que é capaz. Atrela a atividade profissional à realização pessoal, encaixando o sucesso da carreira em seus objetivos de vida.

Em meio a tantos perfis de empreendedores, existe algo em comum: o desejo por autonomia profissional e liberdade financeira. Não abra mão do seu sonho por medo das burocracias e exigências legais! A Ação Contabilidade atua há 30 anos no mercado empresarial e tem ampla experiência em assessoramento de pequenos e médios negócios. Soluções contábeis, fiscais, financeiras e empresariais para você jogar sua ideia no mundo com respaldo profissional e sempre em conformidade com a legislação. Agora a Ação é digital e conta com aplicativo próprio, para te oferecer atendimento cada vez mais rápido e personalizado: https://www.acaocontabilidadejoinville.com.br/solucoes-empresariais/ 

Deixe seu comentário

JUNTOS PODEMOS IR
MAIS LONGE!
FALE CONOSCO.

+55 (47) 3028-0201