Demitir um funcionário: qual a melhor forma? - Contabilidade em Joinville - Ação

Blog

28 de novembro de 2016


Demitir um funcionário: qual a melhor forma?

 A difícil missão de demitir alguém. Quer uns conselhos?

Quem já foi desligado de um emprego sabe o quanto pode ser desconfortável e triste ficar sabendo de uma notícia como essa. Mas, embora isso seja a última coisa na cabeça de quem acaba de perder o emprego, saber como demitir um funcionário não é uma tarefa fácil; já que quem deve lidar com essa tarefa também sabe o grande nível de constrangimento e insatisfação que levará a um de seus colaboradores.

Dica 1 – Alerte-o sobre seu desempenho
É de bom tom dar uns feedbacks ao funcionário antes de demiti-lo. Estas são chances para saber se o funcionário pode se esforçar e melhorar seu desempenho. Todas as pessoas precisam de um prazo para se adaptar a uma nova corporação.
Esta atitude não se aplica apenas em casos de demissões volumosas por reestruturação empresarial.
Dica 2 – Ambiente de trabalho: dê o feedback ao funcionário na empresa
Não o chame para um bate papo informal fora do ambiente de trabalho para falar suas impressões sobre o trabalho de seu funcionário. O ideal é realizar esta conversa no ambiente de trabalho, afinal, trata-se de um assunto profissional e que deve ser conduzido no local em que a pessoa desempenha suas funções.
Dica 3 – Existem dias certos 
Dar o aviso pela manhã é de bom tom, e de preferência, durante a semana, evitando segundas e sextas-feiras. Vésperas de feriados e antes das férias também não são boas opções. Você pode estragar o lazer da pessoa. O ideal é demitir o funcionário pela manhã e liberando-o para ir pra casa. Caso ele queira se despedir dos colegas da empresa, permita desde que não haja restrição por parte da organização. Informe a demissão ao funcionário o mais cedo possível, permitindo que ele tome as atitudes que precisar para buscar novas oportunidades e resolver as pendências que tiver com a empresa.
Dica 4 – Direto ao ponto 
Comece fazendo uma breve reflexão sobre o período em que o funcionário atuou na empresa e, em seguida, comunique o desligamento de forma clara e direta, como por exemplo: “Infelizmente, não vemos mais possibilidade de continuar essa nossa relação profissional”.
Dica 5 – Prepare-se para todo tipo de reação
Se a pessoa for pega de surpresa e chorar após a demissão, ouça-a com calma. O momento é difícil e exige compreensão. Não é preciso ouvir os lamentos do funcionário durante horas, mas também não é adequado finalizar a conversa ou apressá-la numa situação como essa. Se a pessoa reagir com agressividade nas palavras, aconselha-se dizer que compreende o que ela sente, mas que mesmo assim, a situação é irreversível. Contar com um profissional da área de RH pode facilitar o processo e evitar discussões.
Dica 6 – Planeje bem
Tudo que é planejado antes é melhor executado. Esteja certo sobre a decisão que está tomando.
Dica 7 – Fiquei com dúvidas?
É difícil achar culpados em um momento como este. Quando a empresa sofre cortes de funcionários, a situação foge de seu controle e é até aceitável lidar com a demissão de um funcionário. Mas se o profissional não se adequou ao ambiente, a culpa não deve ser somente de quem o contratou. Sempre há dois lados na mesma história e cada lado terá sua versão e colaboração na decisão.
Dica 8 – Não tem como evitar
Não importa se o funcionário tem anos de casa ou apenas meses, não existe regra para este tipo de sentimento. Cada pessoa age de uma forma diferente, por isso, não tente adivinhar como o outro irá receber a notícia. O importante é saber lidar com o sentimento que ele vai ter na hora, seja qual for.

O post Demitir um funcionário: qual a melhor forma? apareceu primeiro em Ação.

Deixe seu comentário

JUNTOS PODEMOS IR
MAIS LONGE!
FALE CONOSCO.

+55 (47) 3028-0201