Entenda a importância de cuidar da saúde mental trabalhando em casa - Açao Contabilidade

Blog

11 de maio de 2020


Entenda a importância de cuidar da saúde mental trabalhando em casa

A pandemia de Covid-19 coloca todos nós em uma situação sem precedentes, onde se tem pouca exatidão nas informações a respeito do comportamento do vírus, do real número de infectados no Brasil e das medidas de contenção eficazes para aplacar a crise econômica e de saúde pública que cresce junto com o número de casos. O distanciamento social é uma das medidas com eficácia comprovada no achatamento da curva de infectados, pois desafoga hospitais superlotados e evita o colapso do sistema público de saúde – é por esta razão que o Home Office, que já era tendência, se popularizou durante a pandemia.

Muitas empresas aderiram e agora enfrentam os desafios da adaptação a um novo modelo de trabalho: tanto para os funcionários, que precisam de foco e comprometimento para não prejudicar a produtividade no ambiente doméstico, quanto para os empreendedores, que devem aprender a liderar equipes à distância. Tantas mudanças na rotina de trabalho, somadas à suspensão das aulas dos filhos, à impossibilidade de encontrar entes queridos e ao clima de incerteza em relação ao futuro, despertam muita ansiedade na população e tornam a atenção com a saúde mental necessária para atravessar o momento sem traumas.

Confira a seguir alguns cuidados a serem tomados para evitar sobrecarga mental em meio ao estado de alerta generalizado causado pela Covid-19:


ACEITAÇÃO: ESTÁ DIFÍCIL PARA TODOS

O primeiro passo é lembrar que as condições atuais não são próprias da sua vida ou do seu país, mas que estão acontecendo ao redor de todo o mundo nesse momento. Trata-se de uma crise global, que está afetando a saúde, o trabalho e a estabilidade de milhões de pessoas, e aceitar isso ajuda a mentalizar que o problema não deriva de você. Do ponto de vista da neuropsicologia, o isolamento é um fenômeno complicado porque o humano é um ser de relações e sente-se ameaçado quando privado do contato social. Portanto, quando se sentir angustiado diante das notícias, lembre-se de que este estranhamento é completamente natural, pois estamos imersos em uma situação desconhecida, de rápida progressão e agravada pela impossibilidade de encontrar nossos entes queridos.

SAÚDE FÍSICA E MENTAL ANDAM JUNTAS

O medo de adoecer e a preocupação constante com familiares e amigos são mais um aspecto delicado da pandemia de Covid-19. Grandes surtos de doenças infecciosas despertam uma ansiedade coletiva e alguns sintomas de distúrbios psicológicos podem se tornar comuns, como dificuldade para dormir, mudança nos hábitos alimentares (perda do apetite ou alimentação compulsiva), inabilidade de se concentrar, uso intensificado de álcool, cigarro e outras drogas e até agravamento dos sintomas de doenças crônicas. É necessário lembrar que a saúde da mente e do corpo andam juntas e que este é um momento particularmente inoportuno para estar com a imunidade baixa. Reserve alguns minutos do seu dia para praticar qualquer tipo de exercício físico – caminhada sozinho na rua, treinos elaborados por aplicativos fitness, lives de aula de dança, práticas de yoga, seja o que for! E não esqueça de consumir refeições coloridas e vitaminadas para manter a imunidade lá no alto.


ATENÇÃO ESPECIAL – ANSIEDADE OU DEPRESSÃO PRÉVIOS

Considerando que a situação do isolamento social e da insegurança sobre o futuro pessoal e coletivo afeta a fotos, os impactos podem ser mais severos naqueles que já administravam quadros de depressão ou transtorno de ansiedade desde antes da pandemia. Doenças pré-existentes estão sujeitas à reincidência em condições de tensão/solidão intensas ou de perda da rotina, e as pessoas que perceberem tais sensações adormecidas voltando à tona devem tomar alguns cuidados com sua saúde mental, como consumir apenas informações oficiais para não alarmar o pânico com mentiras e especulações, conversar com os amigos por chamadas de vídeo para reduzir a sensação de isolamento, buscar atividades que dão prazer (ler, pintar, ouvir música, tocar instrumentos, cozinhar, brincar com os pets) para aliviar a tensão e, é claro, considerar que muitos profissionais da psicologia estão atendendo remotamente durante a pandemia. Procure ajuda profissional se perceber agravamento dos sintomas.


MANTENHA A ROTINA DENTRO DO POSSÍVEL

O mundo não será mais como antes mas, sempre que possível, adapte hábitos antigos da sua rotina às condições atuais. Isso ajuda a reduzir a sensação de estranhamento e a manter organização e linearidade ao longo do dia – aspectos importantes para quem está se adaptando ao home office. Estabeleça um expediente de trabalho para não levar atividades profissionais ao momento do descanso, improvise um escritório para não trabalhar nos espaços de lazer, experimente acordar, tomar café da manhã, trocar de roupa e ir ao trabalho como num dia normal, mas dentro de casa. Mantenha seu espaço de trabalho limpo, organize pausas para refeições, alongamentos ou meditações, adapte seu novo espaço de maneira ergonômica para não se machucar. Não misture afazeres domésticos com os profissionais e converse com sua família sobre seus novos horários disponíveis para evitar interrupções. Estabelecendo novas diretrizes, fica mais fácil de controlar a bagunça e a ansiedade das transições.

TENTE TIRAR BOM PROVEITO DA SITUAÇÃO

Pode parecer difícil de pôr em prática, mas a neuropsicologia sugere que uma das medidas mais eficazes para não sucumbir à angústia é fazer um esforço consciente para manter o otimismo e olhar para as oportunidades existentes nas situações adversas. Aproveite o tempo em casa para olhar pra si mesmo como não era possível em meio à correria de antes, abrace suas fragilidades, permaneça atento às tantas reflexões e ensinamentos que uma crise de escala global pode nos trazer. Outra dica é perceber oportunidades profissionais delineadas pelos novos hábitos de interação e consumo que emergem na pandemia. Pratique a proatividade, foque nas soluções e mentalize: mudanças não são necessariamente negativas! 


Se você é empreendedor e está tendo dificuldades para adequar seu modelo de negócio às novas condições exigidas pelo momento, entre em contato com a Ação Contabilidade. Temos ampla experiência em consultoria para micro e pequenas empresas, juntos podemos planejar um futuro de sucesso!

Deixe seu comentário

JUNTOS PODEMOS IR
MAIS LONGE!
FALE CONOSCO.

+55 (47) 3028-0201