Teoria das restrições e a contabilidade gerencial - Contabilidade em Joinville e Barra Velha - Ação

Blog

24 de setembro de 2020


Teoria das restrições e a contabilidade gerencial

Em uma abordagem mais abrangente focada no desenvolvimento da empresa, a contabilidade gerencial é o conjunto de técnicas e procedimentos contábeis capaz de fornecer valiosas informações sobre o status do negócio. Na combinação entre a contabilidade financeira, a de custos e a análise das demonstrações contábeis, torna-se possível identificar virtudes e deficiências operacionais ou mercadológicas que ajudam a nortear o planejamento estratégico da empresa. Também possibilita a comparação com concorrentes, utilizando dados do mercado para mapear tendências e previsões e, assim, planejar o futuro das atividades da companhia com solidez.

A abrangência e a integração aplicadas na contabilidade gerencial vêm da percepção da empresa enquanto organismo – quando um elemento falha, todo o sistema é prejudicado. Deste mesmo princípio surgiu a Teoria das Restrições: filosofia gerencial que propõe uma visão sistêmica das empresas, através da identificação de suas limitações ou gargalos. Os “gargalos” são aspectos do negócio (ferramentas / recursos / métodos) que não suprem a demanda necessária, gerando pequenas falhas operacionais que prejudicam a performance da empresa como um todo.

Criada em 1985 pelo físico Eliahu Goldratt, a Teoria das Restrições permanece atual no mundo dos negócios, aplicada em organizações dos mais diferentes setores. Em uma relação de complementaridade, a contabilidade gerencial combinada à Teoria das Restrições tem muito a oferecer ao seu empreendimento:

MUDANÇA DE FOCO NA CONTABILIDADE

A contabilidade gerencial ganha novos instrumentos quando associada à Teoria das Restrições. A Teoria propõe que o gestor transfira o foco da redução de custos (fundamento da contabilidade tradicional) para o fluxo de ganhos da empresa a partir do gerenciamento das restrições do sistema. A assertividade das informações contábeis adquiridas por meio da contabilidade gerencial facilita esta mudança de paradigmas.

MAIS INFORMAÇÃO, MELHOR PLANEJAMENTO

O foco da contabilidade gerencial está na gestão do negócio como um todo. Na coleta de informações contábeis que ajudam a otimizar o desempenho da empresa e vão além do papel da contabilidade financeira. Quando a Teoria das Restrições é aplicada de forma multisetorial, é possível identificar os gargalos de cada etapa de produção. O cruzamento destes dados fornece uma visão sistêmica do negócio, oferecendo ao gestor tanto a projeção de fragilidades quanto as ferramentas para um planejamento estratégico assertivo. Com informações mais precisas, é possível controlar a produção de todas as áreas do negócio, estabelecer um fluxo de organização intersetorial e tomar decisões com maior embasamento.

OTIMIZAÇÃO E COMPETITIVIDADE

Quando a empresa é organizada e gerida em formato de sistema, o resultado é a lapidação cada vez mais precisa das arestas de produção. Quanto mais fluido for o processo produtivo, melhor será a qualidade do produto final e, por consequência, maior será a aceitação do público. A alta eficiência, a otimização de recursos e a produtividade com baixa margem de erro são características desejadas para quem quer se destacar no mercado competitivo.

Gostaria de implementar a contabilidade gerencial no seu negócio? Conte com a Ação! Somos uma contabilidade digital atualizada e comprometida com recursos que ofereçam mais rapidez e segurança aos nossos clientes. Contamos com uma equipe capacitada e experiente no desenvolvimento de planejamentos estratégicos, juntos construiremos um futuro próspero para o seu negócio! Conheça nossos serviços.

Deixe seu comentário

JUNTOS PODEMOS IR
MAIS LONGE!
FALE CONOSCO.

+55 (47) 3028-0201